Saneamento básico e Coronavírus

Saneamento básico e Coronavírus: como medidas de higiene e saneamento podem ser eficazes no combate ao novo vírus

Descoberto no final de 2019, o novo Covid-19 ou simplesmente Coronavirus é um vírus de alta incidência, que tem causado uma pandemia mundial, apenas nos 3 primeiros meses de 2020. Já foram registrados mais de 200 mil novos casos em todo mundo, com mais de 8.000 mortes. Mais de 140 países já notificam a doença, ou seja, está presente em todos os continentes.

como medidas de higiene e saneamento podem ser eficazes no combate ao novo vírus

Com o mundo parado e tentando entender o que realmente é o Coronavírus, falar em Saneamento básico parece algo que não tem relação, mas tem. A falta de Saneamento Básico tem relação direta com a higiene e consequentemente menos riscos de vírus e outros tipos de doenças.

No Brasil, parte da população não possui saneamento básico e isso com certeza é preocupante, deixando nosso país a mercê de um caos de saúde pública sem precedentes. Confira neste artigo, como o Saneamento Básico pode ajudar a combater o novo Corona vírus e dicas de higiene e cuidados para evitar o contágio.

O que é Saneamento Básico e números no Brasil

Segundo a Lei 11.445/07– Saneamento Básico é um conjunto de serviços, instalações e infraestrutura, que consiste no abastecimento de água tratada, esgoto público sanitário, além de limpeza urbana, manejo do lixo, drenagem do solo e cuidado com as águas pluviais.

O que é Saneamento Básico e números no Brasil

O Saneamento Básico é muito mais amplo do que apenas tratamento da água ou esgoto público, o que vem primeiramente a mente, quando se fala no assunto, mas a limpeza pública das ruas, com o descarte correto do lixo, assim como a drenagem do solo, que trás inúmeros benefícios para a contenção de enchentes por exemplo, são fundamentais e também pertencem a pauta do saneamento básico. 

Segundo dados recentes do Instituto Trata Brasil, 48% da população brasileira não possui saneamento básico, ou seja, pode ser desde nenhum tipo de tratamento da água, lixo e esgoto, até tratamento de esgoto, um dos focos da pauta, já que a partir dela, é que muitas doenças podem aparecer.

35 milhões de pessoas não possuem acesso a água tratada, outro fator que trás riscos a saúde da população. Com mais pessoas doentes, menos produtividade econômica e acadêmica, consequentemente menos consumo, educação e crescimento do país. 

Segundo o próprio Instituto, 59% das escolas públicas do país não possuem tratamento de esgoto, expondo as crianças a diversas patologias. Além disso, foram contados 300 mil internações por diarreia grave no Brasil em 2017, com prejuízo de 11 bilhões de reais, dinheiro que poderia ter sido investido no tratamento da água de 30% da população necessitada.

A falta de Saneamento Básico está intimamente ligado ao aparecimento de diversas doenças, entre elas diarreias e vômitos, que são apenas sintomas de problemas mais sérios como Leishmaniose, cólera e dengue. 

Coronavirus- Covid/19

Com casos aumentando no mundo todo, inclusive no Brasil, que já registra uma morte e com mais de 370 casos confirmados, o Coronavírus (Covid-19 Dia 18/03) é um vírus patogênico de rápido contágio, que começou na China, na província de Wuhan e se alastrou pelo planeta de forma vertiginosa.

A doença se assemelha com uma gripe comum, basicamente ataca o sistema respiratório e o quadro pode variar entre leve, moderado e grave, causando a síndrome respiratória aguda, mais conhecida com SARS, que pode levar a morte. 

A Sars também começou na China, mas no ano de 2002 e não tem mais prevalência desde 2004, porém com o novo Coronavírus, a doença volta com força e podendo causar um estrago ainda maior, já que os sintomas graves causam dificuldade de respirar, tosse seca e severa além de febre alta. 

Em pessoas com boa imunidade, o novo Coronavírus desenvolve a fase leve e em muitos casos não possui sintomas, porém a pessoa ainda pode contagiar outras pessoas com mais propensão.

O grupo de risco são idosos e pessoas com doenças pré existentes como diabetes, pressão alta e câncer por exemplo. Ainda não existe medicação e tratamento eficaz, por isso a pandemia acabou se tornando mais assustadora, colocando sob tensão até o mercado financeiro, que pode entrar a qualquer momento em colapso e numa grave recessão mundial.

Relação do Saneamento Básico e a Covid/19

O Saneamento Básico e o novo Coronavírus possui relação, quando falamos que boas práticas de higiene, estão ligadas a um bom serviço de água tratada, lixo recolhido e esgoto eficiente. 

Em locais onde não existe saneamento, as pessoas possuem mais chances de desenvolver o novo Coronavírus, justamente por não ter acesso a água limpa de qualidade para beber e lavar as mãos, além de não ter um esgoto público eficaz que a céu aberto, como é o caso de muitos lugares no país, deixa as pessoas mais vulneráveis e quando doentes debilitadas, com mais propensão a doenças oportunistas, desde uma gripe simples até um Coronavírus grave.

Como se prevenir do novo Coronavírus através do saneamento básico

É importantíssimo que o Brasil leve em consideração os cuidados com a água e esgoto, seguindo a risca a Lei do Saneamento Básico e assim, evitando que o problema se agrave tanto para o Coronavírus como para outras doenças.

Como se prevenir do novo Coronavírus através do saneamento básico

Segundo o governo federal, o Brasil terá menos investimentos em Saneamento Básico em 2020 do que o previsto, uma queda de 21% que poderá ser determinante nos casos de Coronavírus nas próximas semanas ou meses no país. 

Por isso para todos a recomendação da OMS- Organização Mundial da Saúde, é que quem puder, manter-se em isolamento dentro de suas casas e evitar sair na rua, apenas com muita necessidade, evitando aglomerações e contato direto como pegar nas mãos, beijos e abraços.

Outro ponto que a OMS salienta é que no caso de sintomas do novo Coronavírus, que se assemelha com a gripe, apenas com febre alta e muito desconforto, a pessoa deve se dirigir a um hospital, evitando um número incontrolável de pessoas. 

Uso de máscara em pessoas com a doença ou frágeis como em tratamento de câncer e o uso de álcool em gel 70% para higienizar as mãos, apenas depois de lavá-las bem com água e sabão.

Se o Brasil seguir com essas recomendações e investir mais em Saneamento Básico, poderemos não só mudar a história e ser um exemplo para outras nações, como evitar que novas doenças possam surgir e se disseminar aqui e pelo mundo.

O post Saneamento básico e Coronavírus apareceu primeiro em Desentupidora SP.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *